Home MUSEU Cultura Chinesa História do Palácio Potala

História do Palácio Potala

O Palácio Potala se situa em Lhasa, capital da Região Autônoma do Tibet da China. Na língua tibetana, a palavra Potala significa o "local onde mora Avilokiteshvara", a Deusa da Misericórdia budista. Na realidade, é onde os Dalai Lamas de todas as gerações realizavam as atividades políticas e religiosas e moravam quando vivos e após a morte.

Originalmente, o Palácio Potala não foi construído como um local sagrado do budismo. No século 7, Songtsen Gampo (619 a 650) unificou todas as tribos no planalto Qinghai-Tibet e estabeleceu o Reino Tubo. Em 641, ele casou-se com a princesa Wencheng da dinastia Tang e decidiu construir um grande palácio como a residência de Wencheng e em memória do importante acontecimento. Infelizmente, o palácio original foi destruído por um incêndio provocado por um raio e pela guerra no século 9, quando o Reino Tubo se desintegrou.

Em 1645, o governo central nomeou oficialmente o 5º Dalai Lama como o líder político e religioso do governo local do Tibet. Este começou a reconstruir o Palácio Potala. Três anos depois, o Potrang Karpo, ou Salão Branco, foi concluído. A construção do Potrang Marpo, ou Salão Vermelho, foi iniciada em 1690 para homenagear o 5º Dalai Lama e hospedar a estupa (stupa) que guardava os seus restos. As obras terminaram quatro anos mais tarde. Depois, o Palácio Potala passou por várias renovações e ampliações.

O Palácio Potala está empoleirado no monte Marpo Ri, de fato, ocupando quase o monte total. Contemplando de longe, toda a construção, de muro da cor vermelha alternada com a branca e de telhado dourado, é grandiosa e esplêndida. Aparentemente, o Palácio é um castelo tibetano com estruturas de pedra e madeira, e tem um telhado típico dos palácios dos Han. As suas decorações interiores e exteriores são do estilo semelhante aos palácios e templos nepaleses.

A estrutura do Palácio Potala é além das imaginações para muitas pessoas. Ele tem 115 metros de altura e aparentemente tem 13 andares, mas de fato, tem justamente 9 andares. O muro tem 8 metros de espessura na base enquanto no topo, se diminui gradualmente para cerca de um metro. O ferro derretido foi injetado em algumas partes do muro o que tornou o muro do palácio invulnerável. A partir de uma vista aérea, você pode ver uma cidade apinhada de baixas residências de monges, casas de cidadãos e ateliês. São notáveis os contrastes entre diferentes partes das construções: os salões são espaçosos enquanto suas janelas são extremamente pequenas; os muros são muito grossos enquanto os corredores são muito estreitos. Parece que tudo está manifestando o poder misterioso da doutrina budista e a solenidade do mundo budista.