Home MUSEU Cultura Chinesa Lápide sem Inscrição

Lápide sem Inscrição

Na tumba Qianliang, situada ao norte do rio Wei, na província do Shaanxi, Oeste da China, estão enterrados dois imperadores. Trata-se da única tumba deste tipo em toda a China. A tumba pertence ao imperador da dinastia Tang Li Zhi e a imperatriz da dinastia Zhou Wu Zetian. São eles os imperadores e um casal. Wu Zetian é a única imperadora na história chinesa. Após a sua morte, foi erguido uma enorme lápide em que não há nenhum ideograma, por isso, é chamado de Lápide sem Inscrição.

Wu Zetian nasceu no ano 624. Foi convocada ao Palácio Imperial quando tinha 14 anos para ser uma concubina do segundo imperador da dinastia Tang. Desde muito jovem, mostrou o temperamento resoluto e firme. O imperador Taizong tinha um cavalo de carácter violento e ninguém conseguiu subjugá-lo. Wu Zetian disse ao imperador: “Posso controlá-lo, mas preciso de um chicote de ferro e um punhal. Se não ele não me obedecer, o chicoteio na cabeça; se continuar a me desobedecer, vou cortar-lhe a garganta”. O imperador Taizong ficou surpreso e considerou que a concubina que sabia observar os ritos não devia dizer estas palavras. No entanto, o príncipe Li Zhi adorava o comportamento da concubina do pai

Após a morte do imperador Taizong, Wu Zetian converteu-se em monja de acordo com o ritual da época. Quando Li Zhi ascendeu ao trono, convocou-a para o Palácio Imperial e concedeu-lhe o título de Concubina Favotita. Wu Zetian não se conformava com o título da concubina e queria ser a imperatriz. Teve uma idéia muito cruel e malévola: a imperatriz do imperador Gaozong, Wang, adorava crianças por ela própria não conseguia dar um filho ao imperador. Um dia, a imperatriz Wang visitou a filha recém-nascida de Wu Zetian. Logo depois da saída de Wang de casa, Wu Zetian estrangulou a própria filha e cobriu-a com um cobertor. Pouco tempo depois, o imperador veio ver a menina e descobriu-a morta no cobertor e, ao lado, a mãe da menina, desmaio de tanto chorar. Depois de uma investigar as visitas do dia, o imperador ficou enfurecido achando que a imperatriz Wang era a assassina e odiou-a desde então. Wu Zetian fez outras manobras até o imperador destituir a imperatriz Wang e nomear uma nova imperatriz: Wu Zetian.

Como imperatriz, Wu Zetian, fazendo pouco caso do antigo sistema que proibia a participação das mulheres nos assuntos estatais, integrava a administração do país e, pouco a pouco, passou a não levar em conta o prestígio do marido, obrigando-o a transferir-lhe todos os assuntos da corte.

Após a morte do imperador Gaozong, Wu Zetian monopolizou todos os poderes estatais, destituiu dois imperadores e mudou o nome do país para Zhou e subiu oficialmente ao trono quando tinha 67 anos, tornando-se a única imperadora na história chinesa.

Uma vez que ascendeu ao trono, Wu Zetian abusou do poder, matando muitos inocentes e funcionários que não se alinhavam ao seu lado, até que não teve piedade com seu próprio filho e sucessor do trono. Os funcionários da dinastia Tang, Xu Jingye e Luo Binwang realizaram um rebelião para recuperar o regime dos Tang. Luo Binwang deu a conhecer um comunicado expondo a sua determinanção para combater Wu Zetian. Ao ler o comunicado, Wu Zetian perguntou quem o escreveu. Quando o ministro respondeu que havia sido Luo Binwang, Wu Zetian disse: “o primeiro-ministro tem culpa porque deixou um talento tão bom a levar uma vida indigente entre a população”. Mandou um exército de 300 mil soldados para reprimir a rebelião em pouco tempo e aniquilar Xu e Luo.

Ao mesmo tempo que adotava uma série de políticas rigorosas, Wu Zetian estimulava a produção agrícola, realizava exames imperiais para admitir talentos e esforçava-se para elevar a posição social das mulheres. Apesar de reinar durante apenas 15 anos, controlou o poder durante meio século. Sob sua administração, o poderio nacional se fortaleceu, a sociedade era estável, a população conheceu um aumento, a economia se desenvolveu e o país rechaçou várias invasões estrangeiras.

Wu Zetian morreu aos 82 anos. Depois da morte, foi enterrada na tumba do marido. Diante da tumba, foi colocado um lápide bem trabalhado com cerca de 8 metros de altura e 2 metros de largura. Mas, não se vê nem um caracter na pedra, o que provocou muitas conjecturas. Algumas pessoas consideram que ao mandar levantar um lápide sem inscrição, Wu Zetian pretendia mostrar ao mundo que seus méritos eram tantos que não se podiam registrar com caracteres; outras pessoas acham que Wu Zetian derrotou o tradicional sistema patriarcal e tinha vergonha de levantar um monumento com inscrição biográfica em próprios louvores; outras entendem que Wu Zetian foi enterrada na mesma tumba de seu marido, o imperador Gaozong, e não sabia como se colocar o título no lápide, imperatriz ou imperadora; mas, mais pessoas consideram que no lápide sem inscrição, mostra-se a inteligência da imperadora: Wu Zetian sabia que teriam muitos comentários sobre o que ela tinha feito e deixava que as gerações posteriores comentassem livremente as suas contribuições e os seus erros.