Home MUSEU Cultura Chinesa História do Templo Jinci

História do Templo Jinci

O sul da China é famoso por seus jardins antigos, mas no norte da China, existe também um sitio famoso por seu jardim antigo. Trata-se do Templo Jinci.

Situado nos arredores do suroeste da cidade de Taiyuan, província do Shanxi, o Templo Jinci possui cerca de 100 salões, pavilhões, plataformas, quiosques e pontes.

No ano 1064 a. C., o rei e fundador da dinastia Zhou, Wuwang morreu quando jovem. O príncipe Jisong ascendeu ao trono e é chamado na história como Chengwang da dinastia Zhou. Dizem que ele era uma criança quando subiu ao trono e todos os dias, o ministro Zhougong, regente, levava-o nas costas ao palácio imperial para dar audiência aos ministros, e reprimiu várias tentativas de rebelião além de dedicar-se à educação do rei-menino.

Um dia, Chengwang e seu irmão mais novo Shuyu brincavam no pátio traseiro do palácio imperial. Chengwang entregou uma folha da árvore a seu irmão dizendo: “com esta folha vou conceder-lhe um feudo”. Inteirado do assunto, Zhougong pediu que Chengwang escolhisse um dia para conceder a Shuyu o título de príncipe. Chengwang disse: “eu estava fazendo brincadeira com ele”. Mas, Zhougong disse com muita seriedade: “o Filho do Céu não deve fazer brincadeiras, porque suas palavras são registradas, cantadas e transmitidas por ministros”. Escutando as palavras de Zhougong, Chengwang tratou o assunto a sério e deu o território Tang(atual distrito de Jicheng da província do Shanxi) a Shuyu. Quando crescido, Shuyu assumiu a administração do território Tang, buscava o desenvolvimento da agricultura e promovia a construção de obras hidráulicas.