Home MUSEU Cultura Chinesa Cinco Montanhas Sagradas

Cinco Montanhas Sagradas

Segundo a mitologia chinesa, os seres humanos foram criados por Nü Wa. O mundo conheceu tempos de paz, após a conclusão de sua façanha. Mas, um dia, ocorreu um grande choque entre o céu e a terra. O céu tornou-se um enorme buraco e a terra conheceu muitas crateras que espargiam labaredas de fogo que destruíam as imensas florestas; as montanhas submergiam sob as águas; as bestas e animais malignos andavam às soltas, enquanto os seres humanos eram maculados pelo sofrimento.

Nü Wa ouviu o apelo dos seres humanos. Ela matou as bestas e animais malignos, amenizou as inundações e começou a reconstituir o céu.

Nü Wa recolheu montanhas de lenhas na terra e transportou-as até o buraco celeste. Além disso, selecionou pedras azuis idênticas ao céu anil. Além disso, recolheu pedras brancas, vermelhas, pretas e amarelas e as colocou em cima dos gigantescos feixes de lenhas. Depois, a incendiou. O fogo iluminou o Cosmos. Pouco a pouco, as pedras se derreteram, se tornaram lama e taparam o buraco no céu.

Nü Wa reconstituiu o céu, mas não conseguiu recuperar sua forma original. Assim, permaneceu inclinado ao Noroeste, fazendo com que tanto o Sol quanto a Lua caíssem sempre no Oeste; a terra ficou com uma grande cratera ao Sudeste que traga  todos os rios que correm na terra, formando-se os grandes oceanos.

A leste do mar Bo, havia um profundo vale Guixu, onde as águas se acumulavam. Em Guixu, encontravam-se cinco montanhas sagradas, que se chamavam respectivamente Daiyu, Yuanqiao, Fanghu, Leizhong e Penglai. Todas elas tinham uma altura de 30 mil lis (dois lis equivalem a um quilômetro) e se distanciavam por 70 mil lis. Os imortais viviam nas montanhas.

Todos os pássaros e animais nas montanhas eram brancos e as árvores davam saborosas frutas que imortalizavam as pessoas comuns. Os imortais vestiam roupas brancas e possuíam pequenas asas às costas. Voavam como pássaros entre as montanhas para visitar seus parentes ou amigos e levavam uma vida muito feliz.

Mas, estavam aborrecidos com uma coisa: as montanhas permaneciam rodeadas pelo mar. Elas eram transportadas pelas ondas provocadas pelas tempestades, dificultando as “viagens” dos imortais. Estes, então, resolveram enviar um representante para apresentar suas queixas ao imperador celestial. Preocupado com o mesmo problema, o imperador celestial enviou 15 grandes tartarugas para carregar as cinco montanhas: uma carregava a montanha, enquanto duas aguardavam a troca de turno, prevista para cada 60 mil anos. O problema foi resolvido e os imortais sentiram grande satisfação.

Um ano, um habitante do País dos Gigantes foi a Guixu pescar. O corpo do gigante se assemelhava ao de uma montanha e pescou, uma após outra, as seis tartarugas que se responsabilizavam pelas duas montanhas. Assim as montanhas Daiyu e Yuanqiao foram levadas pelo vento ao pólo Norte e afundaram no mar. Os seus habitantes, apavorados, tinham que mudar de casa e ficaram exaustos por transportar seus bens voando.

Inteirado da desgraça, o imperador celestial ficou zangado com o País dos Gigantes e reduziu a estatura de seus habitantes, a fim de evitar a repetição da tragédia.

As outras três montanhas sagradas carregadas pelas tartarugas permanecem no litoral chinês até hoje.